Apresentação

História

Localização

Restauração

Organistas

O Órgão

orgao_07a

> Detalhes do órgão

> Registros

Órgão Arp Schnitger O órgão da Sé de Mariana possui 18 registros (fileiras de tubos com sons e alturas diferentes), que são distribuídos em dois manuais (teclados). Ele mistura de forma muito harmônica as influências portuguesa e alemã: a fachada, chamada de “Fachada Hamburguesa” é como se fosse uma marca registrada de Arp Schnitger e sua escola, assim como a divisão em dois manuais. O fato de alguns dos registros serem partidos – podem ser acionados inteiros, somente na mão direita ou somente na esquerda – atesta a influência de Portugal e sua música.

Também a decoração externa foi influenciada pela sua estadia em Portugal: é feita em motivos chineses em tons de vinho, verde escuro e dourado, muito provavelmente resultado da forte influência da arte das colônias asiáticas no século XVIII. O anjo que toca o trompete, bem no alto da caixa, porta um estandarte com dois braços em cruz: o símbolo da ordem franciscana.

Situado numa varanda ou balcão suspenso um pouco abaixo do coro alto da Igreja, o órgão está encostado à parede da tribuna superior. O balcão foi construído por José Francisco Lisboa, pai do Aleijadinho, único artista a aceitar o concurso posto em praça, em março de 1753. Embora o instrumento não tenha sido construído para a Sé, está muito bem adequado ao espaço interno da Igr ja e seu volume físico e sonoroadaptaram-se muito bem à área.